Destino, is this real?

Depois de uma bela tarde muito bem dormida num quarto geladinho enquanto lá fora tinha um sol incrivelmente brilhante e com o ar denso de tão quente, depois de ter reassistido um filme de romance totalmente baseado na pergunta, será que existe destino?

Eu conversei com minha mãe, sobre “destino”, ela acha que nós fazemos nossa própria sorte.  Minha mãe admitiu que tem vários motivos pra acreditar nele, mas ela não acredita. Já eu, tenho a péssima atitude (talvez) de creer veemente nele, e ele nunca amolece pra mim. Eu tenho o hábito de correr atrás e tentar manipular o destino, e me fodo, mas quando eu deixo de lado e me obrigo a parar, eu me fodo mais ainda, porque eu além de não conseguir essa façanha de não correr atrás, eu fico muito, muito encucada.

Eu monto uma cena na minha cabeça, uma coisa que eu gostaria que acontecesse, muito, e repito ela até chegar ao ponto de ela ficar tão real que não me lembro se é uma lembrança ou algo que eu inventei, só sei que é uma cena porque … bem, porque aquilo seria bom demais para ser verdade.

O filme que eu assisti é muito bom, tem as coisas básicas para um romance dar certo, uma cara que nunca tinha se apaixonado até encontrar a tal garota, uma garota fora da casinha, coisas que um garoto NUNCA/DIFICILMENTE faria por uma garota, e essa palavrinha mágica – destino.

A guria é mesmo bitolada, e eu fico o filme inteiro me perguntando, como aquele cara consegue aguenta tudo aquilo, e ainda ser apaixonado por ela. Ela faz cafa coisa, eu adoraria fazer muitas das coisas que ela fez, mas faze o que né… Nunca que um carinha aceitaria eu tirar ele da aula dizendo pro professor dele que eu estava grávida, e ele depois disso nunca que iria passar a tarde inteira comigo depois. E no final, da primeira vez que eu assisti, eu chorei, acho que devia ser uma TPM, mas bem, o começo do filme te diz o final, ele é completamente previsível a não ser pelo meio, que é as bitolices da guria.

Acabei de ver, que a capa é uma montagem, hehe

Mas o mais engraçado é que eu paguei R$12,90 por esse DVD original. Comprei ele na viagem de volta pro RS, com a esperança de que o motorista colocasse para assistirmos dentro do busão. Mas eu não estava encantadora o suficiente aquele dia.

Beijos que eu vou domir. bye!

Nessa cena, ela ta falando essas coisas pra um carinha suicida foi deixado pela namorada e pelo cachorro por um francês, e no final, ele fala pro nosso herói nunca deixar nossa heroina bitolada.

Anúncios
Etiquetado , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: