Como foi a Ruta Maya…

Sei que já faz tempo que eu fui, mas mesmo assim eu quero contar pra vocês um pouco do que foi este recorrido por México. Vou tentar fazer isso de maneira organizada. O texto fico bem longo porque é o resumo do que aconteceu em 16 dias de viagem.

Começou dia 7 de Abril de 2013 e terminou no dia 22 do mesmo mês. Foi um total de 16 viajando, vou contar por cada dia a viagem que assim fica mais fácil. Quem nos levou foi uma empresa de viagens, a Didáctica. E de rotários que iam conosco era a nossa chairwoman, Rosa Maria e a esposa de Francisco Javier que agora eu não lembro o nome. Só pra vocês ficarem a par das coisas, Rosa Maria (=Rosy)  é muito restrita, ela segue as regras ao pé da letra, não que isso este mal porem se você vai trabalhar com jovens de vários países que estão de intercâmbio, e aparte estão indo a Cancun, você deve ser um pouco flexivel e não fazer eles dormir as 10 horas da noite. Você não concorda?

1.Monte Albán-Oaxaca

Domingo, 7 de Abril.

Saimos de Toluca ás 5 da manhã, estavamos todos muito animados e ao mesmo tempo meio preocupados por ia ir Rosy, e todos já sabiam como ela é. Era uma coisa tão gostosa no ar dentro do ônibus, ninguém queria dormir. Viajamos por horas até chegar em Monte Albán, era nosso primeiro centro arqueológico da viagem.

Primeiros problemas já começaram ai. Todos estavam querendo colocar em assunto como lhes estava indo seu intercâmbio, compartindo suas experiências e os de Didáctica ficavam pedindo silêncio até um ponto em que o guia também começou a ficar meio grosseiro. Assim foi todo o recorrido. Terminando não deram suficiente tempo para tirar fotos, e começou os malditos atrasos durante a nossa viagem.

Subimos outra vez ao ônibus rumo ao nosso hotel. Misión San Felipe. Era bem bonito o hotel, um 8 de 10.

Chegando deram nosso dinheiro do mês e como seria a divisão dos quartos. Depois fomos todos para a piscina e nesse momento se tornou oficial, tinha começado a Ruta Maya. Depois jantamos e uma parte dos intercâmbista e eu nos sentamos perto da piscina e ficamos conversando. Rolou assunto de tudo e um dos mais polêmicos foi “o quanto você engordou nos últimos mêses”, quem ganhou o prêmio foi a um menina, 20kg, mas todos estavam de acordo ao dizer que por mais que ela tivesse engordado, continuava herrrrrrrmosa! Foi uma verdadeira noite das confissões e no final tivemos muitos abraços que alguns eu vou levar para toda minha vida, principalmente um de uma menina da Bélgica que me marcou muito.

2.Tuxtla Gutiéres-Chiapas

Segunda-feira, 8 de Abril.

Saimos cedo do hotel rumo a Oaxaca ver o Barro Negro que é o típico de lá e não tem outro lugar no mundo com esse barro. Tivemos a oportunidade de ver o processo de fabricamento dele. Realmente as peças feitas nesse material são incríveis, eu comprei uma caveira coisa mais linda (que quebrou outro dia, mas faz pouco tempo consegui outras duas, uma pra mim e uma pra um amigo).

Não me lembro muito desse dia, mas acho que foi porque passamos quase todo o dia dentro do ônibus, pasamos por paisagens incríves e eu me lembro de que foi a primeira vez que vi os famosos e altos cactos que muitas representam o México, e também estavamos viajando por desfiladeiros cheios de curvas. Muitos se sentiram mal e tiveram que toda remédio, e eu ficava observando a paisagem achando tudo aquilo o máximo!

Essa noite dormimos no hotel Holiday Inn, eu não me lembro desse hotel.

3.Cañon del Sumidero, San Cristóbal de las casas.

Terça-feira, 9 de Abril.

Fomos ao Cañon del Sumidero, diz a lenda que os índios preferiam de jogar no precipícioa se submeter as forças invasoras espanholas. E percorremos todo o rio,e só de levantar a cabeça para ver de baixo para cima, já me dava coisas na barriga. Tinha cerca de 1km de profundidade. E ai vimos crocodilos e todos pensavam que era de pedra, até uns começarem a se mecher, foi muito show.

Saindo de ai, fomos rumo a San Juan Chamula. Nessa pueblito não se podia tirar fotos, e tudo tinha um ar muito misterioso e não sei como explicar porque todos sentiamos uma coisa diferente no ar. Desde as crianças pedindo dinheiro até a Igreja que por dentro mais parece um santuário muito sinistro para rituais de purificação cheio de velas e folhas por todo o lado. Quando estava esperando e conversando com o guia do lado de fora da Igreja, sai uma das meninas dos Estados Unidos chorando porque viu quando mataram uma galinha lá dentro, sim isso é parte do ritual, e também é parte do ritual tomar Coca-cola pra ti arrota.

Terminando ai fomos para nosso rústico hotel em San Cristóbal de las Casas, o La Norita Best Western. Tomamos banho e foi nossa primeira janta “peçam tudo o que quiserem, é por nossa conta” num lugar caro. O Jeferson de Caxias do Sul que fazia intercâmbio nessa cidade passo dar um oi pra nós, eu tinha conhecido ele na embaixada do México em São Paulo quando tava fazendo meu visto. Ah e também foi aniversário de um dos guris de Taiwan. E uma coisa que aconteceu e também foi a Rosy revisando a bolsa de uma das gurias porque ela tinha dando dinheiro pro taxi para um dos intercâmbista que tinha ido nos ver, porque? Ela penso que estavam com drogas…

4.Nada especial além do Karaokê.

Quarta-feira, 10 de Abril.

Saimos cedo e fomos ao restaurante do hotel tomar café, e como iamos para a fronteira com a Guatemala liguei pro pai pedindo dinheiro. Acabo que não fomos. Tinhamos o dia programado para lugares muito lindos e por causa de uma manifestação no meio da estrada não tivemos a oportunidade de ir. Mas o mais chato foi que o Karl esqueceu a câmera dele de mais de 1500 dólares num parque e todos tivemos que esperar e no final ele não encontrou. Depois todos ajudaram numa vaquinha para comprar uma câmera nova pra ele, mas barata claro, mas também roubaram esse dinheiro depois.

Acabou que fomos para um clube com piscina, e começou a batalha por didáctidóllars (que no final não serviram para nada, e até agora eu to com eles aqui guardados). Eles iam dar 500 para os 5 primeiros que entrassem na piscina, eu tava sentada com meu vestido, sai correndo tirando ele e me joguei na piscina, com ele na mão. Só eu mesmo. Depois disso fui pra um canto dormir, tava começando a me sentir estranha.

Voltamos para o hotel e todos nos arrumamos bem bonitos que iriamos “sair” esta noite. Jantamos em um lugar muito bem bonito de crepas e depois fomos a um karaokê. Adivinha quem foi a primeira a se meter cantar? Eu claro, cantei How Deep Is Your Love, bem atoa e isso me rendeu 20 didáctidóllars. Depois disso todos se animaram, principalmente a Cecília (BC) e a Giovana (Palmeira das Missões) cantando Rebelde. Saindo dai para o caminho do hotel foi que eu começei, por NADA, a minha choradeira. E depois de noite fiquei atééée conversando com a Laura e depois fomos pra outro quarto com as uma gurias da Alemanha, da França e da Tailândia.

5.Cascadas de Água Azul

Quinta-feira, 11 de Abril.

Outra ves subimos ao nosso ônibus e viajamos rumo as Cascatas de Água Azul. Foi outra das coisas mais lindas que vi durante essa viagem. Comemos ai e tudo mais. O lugar era simplesmente lindo…

Essa noite dormimos em um hotel 5 estrelas, o Misión Palenque. Chegando entramos na piscina, eu me lembro das guerras de galo entro o belga e o turco. Pinche turco, dizia o belga. Jantamos, todos molhados. Depois ficamos até tarde conversando e uns começaram a se bobear e se vestir ridiculamente com as cangas e óculos de sol e foi uma festa. Depois baixamos até a área de spa do hotel e ficamos lá um tempo admirando o que não poderíamos aproveitar no dia seguinte.

6. Palenque, Campeche, Mérida

Sexta-feira, 12 de Abril.

Saimos cedo esse dia, fomos a zona arqueológica de Palenque, provavelmente tu já deve ter visto uma imagem da pirâmide  principal que é a tumba de Akal e nesse lugar tem também a tumba da rainha vermelha, porque deixaram muito objetos de jade e essas coisas e para proteger a tumba de saqueadores colocaram uma substancia dentro que intoxicava as pessoas que entravam. Eu gostei muito desse lugar, principalmente porque o guia era muito querido e explicou as coisas super bem para nós. Nesse momento os de Didáctica separavam nós em dois grupos, os que queriam ouvir a explicação, e os que queria tirar fotos. Antes de entrar tivemos problemas com a Rosy, o que resultou no que vocês vão ler enseguida…

Saindo de aí, comemos em um lugar no meio da estrada e foi praticamente nossa única parada antes de chegar a Campeche, terra de piratas e já não me lembro o resto do slogan. Tinha um muro bem alto protegendo essa parte da cidade que muito antigamente era um porto. Depois de um espetáculo entramos e jantamos ai. Era tudo muito colonial e ainda tinha o clima de piratas e etc. A comida era muito gostosa, comemos outra vez no estilo “peçam o que quizerem que é por nossa conta”. Dai nos organizavamos e cada um pedia uma coisa diferente e depois dividíamos para cada um provar um pouco.

Subimos outra vez ao ônibus e fomos em direção a Mérida. Chegamos era madrugada de sexta para sábado, quando baixaram as malas do ônibus deixaram todas no lobby do hotel e a Rosa Maria começou a revisar todas as malas junto com o pessoal da Diáctica. Foi muito embaraçoso para todo mundo, e além disso foi cansado. Isso aconteceu era umas 2 da manhã, e terminaram de revisar todas as 4, e no outro dia todos deveríamos que acordar as 8 da manhã para continuar com os passeios. Uns reclamaram que foi uma falta de respeito e uma invasão de privacidade. Na minha opinião de nada ia adiantar reclamar qualquer coisa,  a Rosy era a autoridade máxima naquela viagem, nenhum de nós poderíamos ter feito qualquer coisa. O negócio era não discutir e ficar relaxado, mostrar que não tinha nada para esconder.

PS: Nosso hotel era muito bom, melhor que o 5 estrelas na minha opinião. O nome era Hotel Del Governador.

7.Mérida

Sábado, 13 de Abril.

Depois de tudo que tinha acontecido na noite passada, muito praticamente não dormiram. Tomamos nosso café da manhã e fomos dar umas voltas caminhando no centro de Mérida. Logo eu comecei a sentir aquela coisa estranha que sentia sempre que ouvia o nome dessa cidade, era tão gostoso, não sei como explicar. Era um calor que muitos diziam infernal e eu definia como casa. Nos separamos em grupos e eu comprei umas coisinha que me faltava. Voltamos para o hotel, e deveria ser como meio dia.

Embarcamos outra vez no busão em direção a Uxmal, o centro arqueológico que eu mais gostei. Para começar não tinha aquele monte de vendedor de coisas que ficam todo o tempo te incomodando, o guia era muito bom, e se podia subir na maioria das pirâmides. Comemos no restaurante que tem dentro do centro e tinha piscina, foi O MÁXIMO! E depois de tudo, pela noite vimos um show de luzes que fazem no lugar, foi um São Miguel da Missões versão México.

Voltamos para nosso hotel em Mérida e durante a janta que foi um tipo de lanche dentro da caixinha, nos reunimos numa sala para discutir o nosso plano de como fariamos para poder sair em Cancún, e as chances não estavam em nosso favor. Tenho uma foto do belga explicando num quadro como iriamos para fugir do hotel, mas o plano original era o guri da Eslováquia conversar com a Rosy pedindo permissão.

8.Chichen Itza, Cancún

Domingo, 14 de Abril.

Saimos cedo do hotel, todos se comportando muito bem até um ponto. Comprei meu sombrero rosa antes de entrar no buss. Fomos a Chichen Itzá que é considerada uma das maravilhas do mundo. ESTAVA CHEIO. Vou falar a verdade para vocês, não achei grande coisa e não gostei muito. Porque? aparte de que tinha muita gente, acho que tinha mais vendedores que visitantes, e eles ficavam te seguindo e gritando suas promoções, não se podia subir em nenhuma das pirâmides e era muito sol.

Depois fomos a um cenote, foi outra das coisas mais lindas que já vi na minha vida. É onde brota a água, e era fechado e tampoco sei como explica direito, devia ter entre 50 e 25 metros de profundidade. Foi simplesmente renovador nadar naquela água fria depois de tanto tempo no sol. Comemos e fomos em direção a nosso querido Cancún.

Chegamos no hotel pela noite, e todos queriam sair. Bom, a Rosy deixou, mas foi super rápido e eu fui no Hard Rock Café da Riviera Maya esse dia. Foi bom, tirando que quando chegamos em Cancún eu chorei do nada, mas foi bem feio, eu soluçava e tudo mais. E eu realmente não tinha motivo nenhum e sem embargo continuava chorando. Mas depois já me acalmei. 🙂

Fiquei depois no corredor conversando com a Gabi do Didáctica até tarde, sobre muitas coisas e passei um tempo muito bom com ela.

Nosso hotel era o Aquamarine Beach, tinha tudo incluido! 😉

9.Xcaret

Segunda-feira, 15 de Abril.

Tomamos café da manhã, cortei minha camiseta do AC/DC, entrei no mar azul de Cancún, cortei minha perna numa madeira, e subimos ao ônibus.

Voltaram dois meninos nessa manhã, foi chato ter que se despedir deles no meio da viagem. Depois disso tudo ficou ainda mais tenso.

Fomos a Xcaret que é tipo um parque ecológico, só que não. Tivemos muitas coisas para fazer ai, mergulhamos, comemos, perdemos uma chave e foi um saco para encontrar depois, eu fui ver um aquário (não era muito grande mas ta valendo), achei uns brasileiros do sul e eles conheciam São Borja e nossa conversa se resume em uma frase = mas tu veio de longe ein guria!, e depois fomos a um espetáculo com mais de 300 pessoas dentro do parque, jogaram o famoso Juego de Pelota, com a cadeira igual que no filme do El Dorado, só que com pessoas ao vivo foi muito mais impressionante (eu ficava me perguntando como aquilo era possível).

Voltamos para o hotel, todos muito cansados e ficamos no lobby tomando Coca com limão e comendo nosso lanchinho proporcionado pelo de Didáctica. Ficamos ai até tarde.

10.Direção a playa Del Carmen

Ficamos no hotel Aquamarine até de tardezinha, calotearam a gente porque deveriam ter levado-nos para Cozumel esse dia.

Depois fomos ao centro de Cancún comprar algumas lembrancinhas e depois fomos em direção a Playa Del Carmen. Também estavam fazendo sua Ruta Maya o distrito de Baja Califórnia e queriamos encontrarnos com eles, e a Rosy não deixou.

11.17.Akumal

12.18.bla bla bla

13.19.Tulum, Chetumal

14.20.Chetumal

15.21.Veracruz

16.22.Regresso a Cidade do México.

EU ATUALIZO ELE AMANHÃ COM OS DIAS QUE FALTAM EU CONTAR!!!

Anúncios
Etiquetado , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: