Arquivo da tag: nossos amigos

75 horas

Antigamente eu escrevia melhor, conseguia ser bem mais dramatica sei lá. Mais sentimental agora tudo parece forçado e acho que é porque o drama é real. Mais 75 para uma nova vida.

De todos os momentos que tive muitos são bons, alguns nem tanto, mas os momentos em que estive com minha família e amigos, a nossa típica rotina foram os quais eu mais vou me lembrar, a rotina que eu costumava ter talves eu não sinta falta de muitas coisas. Mas dessas pessoas eu vou sentir falta, talvez nem tanto porque estavamos sempre juntas, mas as pequenas atitudes que faziam delas unicas, que me faziam admira-las.
Meu irmão, pai e mãe. Meus amigos e colegas. As parcerias pra dar risada, jogar uno, dorminhoco.
Obrigada.

Cada um daqueles que passaram pela minha vida de fizeram crescer e amadureçer o suficiente para poder estar aqui nesse momento.
Meu intercâmbio é apenas o começo.
Obrigada.

Sinceramente a palavra saudade não é minha palavra favorita. Vivemos em um mundo onde a internet nos impede de sentirmos saudade, de não ter noticias de alguém. Eu não sentirei saudade, vou sentir falta de ter você perto. Mas é temporário em mais ou menos 7440 horas eu já vou estar voltando.
Queria nessas 75 horas que faltam pra mim embarcar que tudo fosse sei lá kkk. São 75 horas em que vou me preparar ainda mais pra nas próximas 7440 não sentir tanto a falta dessas pessoas que eu amo.
Obrigada.

Em 75 horas eu vou conhecer um pouco do meu futuro, e estou muito animada. São 75 horas para o começo da minha nova vida, da minha vida de intercâmbista.

Pra quem quizer, amanhã dia 6 sinta-se convidado a participar da minha despedida no rotary. foi algo pelo qual eu batalhei muito e hoje, daqui 75 horas, se tornará o sonho realizado
beijos e abraços

uns loco cantando sábado de sol no kamikase. kkkk

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , ,

para nooOOOOoosa alegria! kkkk

Ainda não acredito que eu coloquei um titulo tão idiota, kkk, mas obiviamente feliz. Recebi nesse final de semana meu Guarantee Form ou Termo de Garantia, que é basicamente a confirmação do meu intercâmbio, agora eu to realmente na reta final para o começo de uma nova vida. Sim, sem exagero nenhum eu falei, NOVA VIDA. Estou meu feliz, ansiosa, com medo, com expectativas, com dúvidas, com muitos sentimos mas o predominante é e tem que ser o de confiança. Estou muito confiante.

Além disso, eu passei sexta feira com minha vózinha querida, que apesar dos defeitos eu amo muito, e também deu pra dar um oi pro meu tio de POA e fazer uma média com ela. Sábado foi o dia de “preparação”, e quando você pensa que sabe tudo acaba percebendo que não sabe nem metade das coisas. O dia inteiro foi com a a Germana, coodenadora de outbounds, conversamos, conversamos, nos alertamos sobre coisas afu, e claro que também curtimos um pouco, almoçamos no Quick, tomamos café no cinema e jantamos no Arena. Tudo lá em Santo Ângelo. E entre essas coisas foi só treinamento para sairmos do país, precisa ter muita cabeça , fomos até as 20h.

E domingo foi a vez dos pais, e a entrevista para ver se tudo aquilo que nos estão cobrando ja faz quase um ano está sendo cumprido realmente. Foi um sucesso, pelo menos pra mim. Depois prepara slides, montar cartão, fazer muitas e muitas coisas eu consegui alguns elogios. Papai e mamãe estão orgulhosos. Eu estou orgulhosa de mim, e dos meus colegas outbounds também.

Quero poder escrever durante o intercâmbio. Acho muito importante dividir essa esperiência, e é também o meio mais rápido de informar simultaneamente aos meus pais, amigos e também quem quizer saber o que estarei fazendo por lá. Não pude ver a apresentação do Vine hoje, mas assitirei amanhã. Assisti a da Ana Paula Ehlert de Giruá que estava no México, foi muito legal. Também vi o Franz e a Nora da Alemanha falarem do  Brasil, e a maior diferença destacada por eles foi o ensino. Nada que a gente não tenha percebido já, nossa edução é péssima. Mas pelo menos o Franz disse que moraria aqui. Ponto para nós.

 

É isso,

Beijos e abraçõssss. até mais ;**

amanhã eu falo da apresentação do Vinicius , se der

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

step by step e surrealidades e meu blazer *——–*

Cada vez mais parece tudo tão surreal, eu vivendo cada coisa comum e ao mesmo tempo extraordinária, graças ao Rotary. Em pouco tempo, eu acho três meses pouquissimo tempo, eu vou estar longe dessa minha cadeira, do meu querido e amado projetor, dos desenhos que estão na parede do meu quarto… eu não faço ideia de como vai ser quando eu estiver lá, e só de pensar nisso meu coração vai de 8 a 80.

Ontem, estava num seminário do Rotary em Palmeira das Missões. Tava muito bom.

Durante o almoço, nós (intercâmbistas de São Borja, Rubi, Frans e Hector) estavamos vendendo uma rifa, e todos me perguntavam de que país eu era, teve ate duas mulheres muito queridas que me pergutaram, “é tu a intercâmbista da alemanha?” “tu que veio dos Estados Unidos?”, e eu ficava tipo “*——————–* não, mas obrigada, sério que eu pareço da alemanha/eua?”, tudo bem, eu vou pro méxico, mais ainda vou ter uns quantos encontros desse tipo. O objetivo é conhecer muitos intercâmbistas e ir visita-los posteirormente. E de acordo com muitos intercâmbistas que vieram para o Brasil, o México é o melhor lugar para se fazer intercâmbio, é o lugar onde mais se encontra intercâmbistas do mundo inteiro. Eles viajam todos mês, e pelo que eu fiquei sabem é for free. A “Ruta Maya” que é a maior viajem que tem, passa pelas playas do méxico, nas piramides e para em Cancun, eu nunca quis ir para Cancun mesmo… aushauhsaushauha

Meu blazer foi o motivo daquelas tais confussões, e eu ficar falando em inglês também, eu recebi ele faz pouco tempo, mas eu já estou com ele com um monte de pins, quando eu tiver com uma máquina fotográfica eu tiro uma foto pra colocar aqui. Desde o ano passado no meu primeiro seminário de Rotary que eu venho juntando esses “brochezinhos” para colocar no meu blazer. Reza a lenda, que no final de um intercâmbio, o blazer chega pesar quilos e quilos.

Por hoje é só, minha mente ao mesmo tempo que anda a mil, não consegue racionalizar muito bem as coisas, e eu ando passando muito tempo infurnada dentro do meu quarto,

Se acostumem a ver muito *——-* nos meus post. kkkk

beijoscas e adios amigos ;*

Etiquetado , , , , , ,

Far FAR SO SO SO FAR AWAY FROM HOME.

Lá estava yo, acordando num seis e meia da manhã em plenas férias em um quarto de hotel nada demais. Le ideia de assistir o “Bom dia Rio Grande” se esvaiu quando minha vó ligou a Tv exibindo a teme “Bom dia Paraná”. Para em um restaurante para almoçar alguns quilometros depois, vejo um banda de resvista, le vou comprar a “Zero Hora” –‘ quem disse que tinha?

Eu estava atravessando o país de carro de co-pilota do meu tio, com minha avó e meu primo criança no banco de trás. Uma viagem de três dias dentro de um carro, aguentamos mais que o pessoal do BBB, E COM MUITO BOM HUMOR.

O que estou levando de lembrança da viagem? muitas risadas, fotos E um cd original do Mamonas Assasinas, sim, sou fodona tenho o cd original deles. Aquele cd estava esperando por mim naquele posto de gasolina *meio* abandonado no meio de São Paulo (eu acho). Resultado, escutamos o cd deles mais da metade da viagem. Nossa viagem incluia também um pen drive de 4GB, que continha uma grande parte de músicas antigas (que eu nem gosto G.G) e gaúchescas, nós escutamos umas quantas vezes o pen drive, eu e meu tio traduzindo as letras e vendo uns malucos tentando morrer nas ultrapassagens perigosas. Mas só uma última coisa, nós comemos umas pizzas muito loconas de borda recheada que eram de lambe os beiços (a linguagem chula é de propósito) aushausaausha.

PESSOAS VENHO AQUI DIZER-LHES, o melhor momento do mundo é o agora, aproveite, ria e se arrisque, e quando precisar descanse, e acima de tudo não se importe como que vai ser o trajeto porque ele só está ali pra te mostrar como o final é importante. Uma coisa eu tenho certeza, meu final vai ser maravilhoso, e o seu? (só mais uma coisinha que eu lembrei agora também, seja prudente) (PRUDENTE: que procura evitar o perigo)

beijosss de coco from Bahia.

“AGRADECIMENTO: Aos nossos pais, irmãos e familiares; ao Rafael (baba-ovo cósmico); ao Zé luis (meteoro); aos nossos amigos (são muitos e não caberiam nesse encarte); ao Arnaldo Saccomani; ao Geraldo Celestino; e a todos que aajudaram na realização deste trabalho.  Ao pessoal do avião (que serviu um rango da hora na nossa viagem pros USA); ao Santos Dumont (que inventou o avião, senão a gente ainda tava indo mixar o disco, apé); ao Gonzales (mexicano clandestino que arrumava nossos quartos no hotel); ao pessoal do estúdio “The Entreprise” (que ria das nossas piadas mesmo sem entender porra nenhuma); ao Charles Miller (por ter trazido o futebol pro Brasil); ao Chaves e ao Chapolin; ao Ultraman (que matou aquele monstro horrível); a tia da escola que dava canjica na hora do recreio; ao pessoal da EMI, que nos encontrou encima duma ponte com uma bigorna amarrada no pescoço , e num gesto de piedade acolheu nosso trabalho (valeu mesmo, galera!!).

E a DEUS, que foi quem mais ajudou e esteve sempre ao nosso lado.”

PALAVRAS DELES, AMÉM!

Etiquetado , , , , ,